Hidratar ou Nutrir o cabelo? Como distinguir?

Hello meninas!

Hoje o post é um pouco longo, mas pode interessar muitas de vocês, porque quase todos os produtos para cabelo que compramos vem com ativos que muitas vezes nem precisamos. E cabelo mexe muito com nossa auto estima né?!

Quantas vezes não ouvimos alguma amiga comentando, ou até nós mesmas: ‘Meu cabelo esta caindo muito!’??? Um dos motivos pode estar aqui.

Há alguns meses estou enfrentando problemas com queda de cabelo. No início, eu achava que eram cabelinhos novos, mas depois percebi que além de serem quebrados, estavam caindo!

Sempre fiz progressiva e luzes com minha tia, mas nunca tive esse problema do cabelo simplesmente arrebentar ao ponto de se notar quantidade.

Mas aí vem o ‘X’ da questão… Me mudei para o interior faz um ano e comecei a procurar salões aleatórios para fazer as luzes e a progressiva. Ou seja: FAIL!

Nesse um ano, cortaram meu cabelo de um jeito que eu não queria 2x, eu estava fazendo uma tal “hidratação” semanal no salão – e o cabeleireiro sempre espirrando queratina pura nos fios, erraram nas luzes umas 3.

Na última – que foi nesses últimos 2 ou 3 meses, quando tive mais problema – precisou corrigir as luzes (na mesma hora) porque acabou tingindo minha raiz, deixou laranja, o cabelo ficou elástico e então começou a cair mais ainda… UM DESASTRE! 😕

Sendo assim, vim dividir com vocês algumas das minhas experiências tentando salvar o que sobrou na minha cabeça, e salão agora, só de vez em nunca. Rsrs. (Rindo para não chorar).

1ª – Descobri com uma tricologista que no meu caso, os produtos a base de queratina, falando a grosso modo, estavam enrijecendo meu cabelo e quebrando-os.

Diagnóstico: Excesso de queratina! Por isso, recomenda-se um intervalo de 15 a 20 dias para o uso desses produtos. (Notei diferença até quando deixei de usar leave-ins com queratina). 😱

Então quando o cabelo está elástico, acontece muito pós processos químicos, é super bacana tratamentos com a proteína. Mas se seu cabelo passou dessa fase, é bom utilizar com moderação porque pode enrijecer de tal forma que também pode causar quebra.

Resumo: A QUERATINA É IMPERMEÁVEL E NOSSO CABELO TAMBÉM PRECISA DE ÁGUA. Então, precisamos nutrir, para depois impermeabilizar. Entendem? Não sei se estou conseguindo ser clara o bastante.

Porque eu demorei muito para entender que não é tudo que eu posso passar no cabelo. E que para cuidar dele em casa, eu precisaria ler rótulos para que as coisas caminhassem.

2ª – Passei a utilizar óleo de côco vegetal na véspera da lavagem do cabelo (umectação). Passo o óleo do meio até as pontas, durmo e lavo no dia seguinte ao acordar.

Percebi que ajudou muito a diminuir a quebra, ficou menos poroso, deu mais brilho e o cabelo ficou muito mais macio. Fora que ajudou a tirar o volume, algo que me incomoda bastante!

3ª – Estou usando um shampoo menos agressivo e neutro, aquele Johnson’s Baby amarelinho. Motivo: Ele lava na medida certa, não tira a oleosidade natural do cabelo e não resseca as pontas. (Lembrem-se: Shampoo apenas na raiz e fazendo bastante massagem para estimular a circulação e ajudar no crescimento do cabelo).

4ª – Aderi a mascara e o condicionador L’Oréal Professionnel Absolut Repair que não possui queratina (que tem o preço bem salgado, mas descobri que tem uma linha da Amend sem queratina, RMC – Reposição de Massa Capilar, da embalagem vermelha. Inclusive vou ver se encontro para testar), mas a linha da L’Oréal cumpre super bem o seu papel e valeu cada centavo.

Eu passo a máscara, deixo agir de 3 a 5 minutos (conforme o rótulo), enxaguo bem e passo o condicionador (sim, eu não abro mão do condicionador para selar as cutículas do cabelo).

Obs.: Pelo menos 1x por semana, lavo o cabelo apenas com shampoo, tiro o excesso de água, passo uma misturinha de óleo de coco, máscara de hidratação e uma tampinha de Bepantol para repor a água e os lipídios da fibra capilar.

Deixo agir por 20/30 minutos, lavo bem, seco com jato de ar morno e finalizo com reparador de pontas de Argan.

A 5ª dica, é  um pouco mais invasiva. Passei por uma consulta com um médico dermatologista e ele me receitou uma vitamina para unhas e cabelos chamada Eximia Fortalize, estou tomando faz 5 dias.

Ainda não consegui ver diferença, afinal faz pouco tempo (Daqui uns dias venho contar mais pra vocês).

Mas meninas, fazendo todas as outras coisas, tenho notado uma boa diferença na textura e no crescimento do meu cabelo.

Distinguir quando passar ou não a queratina, me ajudou a perceber uma grande diferença na quantidade de fios que caiam pela metade (sem a raiz), ou algumas pontas nas minhas roupas, no chão de casa e no banho.

Gente, não estou dizendo que a queratina é a bandida e todos os problemas de nossas vidas. Mas sim, que devemos tomar cuidado e observar o quão em excesso estamos utilizando em nossos cabelos para que não fiquem quebradiços, arrepiados e porosos. Devemos utilizar sim! Porém, como uma manutenção e um prazo de 15/20 dias.

Contei aqui, um pouco da minha história… Lembrando que cada cabelo, uma sentença. Pesquisando, pude encontrar muitos casos parecidos com o meu e espero ajudar mais gente.

Beijo meus amores. 😘

3 comentários em “Hidratar ou Nutrir o cabelo? Como distinguir?

    1. Obrigada amor. É que o que eu demorei pra entender (e as outras pessoas também não entendem, eu acho), que não é porque o produto tem queratina, que no rótulo esta escrito que faz milagres, que ele vai ajudar o cabelo delas. Ninguém melhor do que a gente pra saber do que nosso cabelo precisa. Basta observar!

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s